kim walachai produtora de conteudo

Marketing Pessoal: Dicas e Exemplos

A melhor forma de começarmos a falar de Marketing Pessoal é definindo o que é Marketing, que por sua vez, é uma disciplina estratégica de negócios, cujo propósito é aproximar pessoas de empresas, marcas e produtos, com a finalidade de criar condições para que ocorram transações comerciais satisfatórias para ambas as partes.

Sendo assim, o Marketing é um processo ativo da criação e desenvolvimento de produtos, assim como estabelece os caminhos para que esses últimos, sejam adequadamente comunicados e entregues ao consumidor.

Você também pode gostar de ler: “Mulheres Empreendedoras: Histórias que inspiram”

Conceito e exemplos de Marketing Pessoal

Como transferir esse conceito para o Marketing Pessoal?

Tendo como base, a definição primária de Marketing, pode-se dizer que Marketing Pessoal é uma visão de nós mesmos como produto, porém com um objetivo a ser alcançado: a famosa autopromoção.

Exemplo: Pensemos, pois, em uma entrevista de emprego.

Diante da equipe de recrutamento, nós somos verdadeiros vendedores. Estamos vendendo nossos conhecimentos, nosso temperamento e nossas habilidades. É preciso, portanto, que saibamos comunicá-los.

Não obstante, esse momento, na verdade, é apenas uma etapa de um longo processo, que começa por reconhecer oportunidades com as quais nos identifiquemos e nos prepararmos para elas.

Em outras palavras, dedicamos muito tempo investindo em formação e qualificação profissional, além de desenvolvermos um padrão de comportamento que seja adequado à situação e, que nos favoreça na concorrência com outros candidatos.

Em síntese, o Marketing Pessoal está em tudo que fazemos.

Quer outro exemplo?

Quando frequentamos um determinado meio, geralmente, adotamos comportamentos bastante apreciados pelas pessoas daquele ambiente em específico.

Isso inclui o modo de vestir, a forma de se expressar e o interesse por coisas que façam parte da realidade daquele grupo.

kim walachai produtora de conteudo

7 Dicas para Melhorar seu Marketing Pessoal

Há algumas dicas que são universais, não importa em qual situação você tenha que promover a sua imagem.

Então, para deixarmos um pouco as teorias e definições, vamos exercitar um pouco a prática?

#1 – Aprecie e Adote seu Próprio Estilo

Seu estilo é sua marca pessoal e distingue você na multidão.

O modo de se vestir, o jeito de falar, o senso de humor e até o seu conteúdo pessoal são itens que compõem o seu estilo. Portanto, foque em ser quem realmente é, e orgulhe-se disso! Mas, não esqueça que para chegar ao topo, é preciso estar em constante evolução!

#2 – Pratique a Autocrítica

Ouça o que dizem as outras pessoas, mas, preste muito mais atenção ao que diz o espelho.

Nesse sentido, essa dica é uma continuidade da anterior. Lembre-se de que teimosia não é estilo nem personalidade.

Você pode e deve mudar se isso for bom para você, afinal, é preciso ter humildade para reconhecer que todos nós somos imperfeitos e podemos sempre melhorar.

#3 – Explore as Oportunidades

Observe como o mundo é vasto, cheio de conhecimento e experiências esperando por você.

Expanda-se! Estude e procure por conhecimento.

O melhor Marketing Pessoal é aquele que você faz o que diz! E quando você consegue falar de vários assuntos diferentes com alguma propriedade, as pessoas, geralmente, se encantam!

#4 – Cause uma Boa Primeira Impressão

Aquele bordão que diz que, “a primeira impressão é a que fica”, é comprovado cientificamente.

Sendo assim, capriche no visual, não precisa cometer excessos, o que pode parecer forçado e surtir efeito contrário. Mas, seja sempre gentil!

#5 – Cumpra com o Prometido e, se possível, Surpreenda

Da mesma forma que você espera que uma empresa ou produto, cumpram suas promessas de venda, cumpra também as suas.

Em tudo que fizer, não decepcione, pelo contrário, surpreenda oferecendo sempre mais do que foi combinado.

#6 – Cuidado com as Redes Sociais

Evite exposição excessiva, pois nas redes sociais tudo pode ser usado para acabar com a sua reputação.

Sem reputação, acabou o Marketing Pessoal. Por isso, é essencial manter seu relacionamento com as redes sociais saudável e, nunca; jamais, abusivo!

#7 – Esforce-se para Melhorar sua Comunicação

Procure observar se sua forma de se expressar é agradável, se você é claro no que diz e se suas conversas atingem os objetivos. Caso não, ouça mais, aprenda a fazer perguntas e a ficar em silêncio em determinados momentos.

Ainda que ligeiras, essas dicas são essenciais e têm ajudado muita gente por aí!

Lembre-se que, investir em Marketing Pessoal é um o primeiro passo para se tornar um grande profissional!

Esse conteúdo te ajudou de alguma forma?

Deixe seu comentário, pois é muito importante para nós!

Além disso, continue acompanhando nossas publicações aqui no blog!

Um forte abraço e sucesso! 

kim walachai produtora de conteudo
kim walachai produtora de conteudo

Mulheres Empreendedoras: Histórias que inspiram

Há muitas transformações pelas quais a nossa sociedade ainda precisa passar. Não obstante, se fizermos uma viagem percorrendo as últimas décadas, teremos a impressão de que, no que diz respeito à forma como o papel da mulher na sociedade é compreendido, viajamos da Idade da Pedra Lascada direto para o Século XXI, e as Mulheres Empreendedoras são um traço dessa evolução.

Empreendedorismo é, acima de tudo, iniciativa.

Se viajarmos apenas cinquenta anos no tempo, veremos que iniciativa era um atributo que “cabia” somente aos homens.

Onde, em grande maioria, à mulher, nada mais que o papel de coadjuvante na sociedade. O homem orgulhava-se de ser engenheiro, médico, empresário… A mulher devia se orgulhar de ser boa mãe e esposa…

Felizmente, esses tempos mudaram. E hoje, mulher é exatamente àquilo que quiser! (ainda há tanto a se fazer, mas, estamos no caminho certo).

Aliás, falando em ser o que se quer ser, vamos à quintessência do empreendedorismo, que é a paixão. Afinal, empreendedoras de sucesso são aquelas que transformam paixão em negócios.

kim walachai produtora de conteudo

Papel de Destaque no Mercado Empreendedor

Em suma, nós mulheres estamos cada vez mais empreendedoras. Tanto que, de acordo com o Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2016, só aqui no Brasil, cerca de 51,5% das pessoas que abrem um novo negócio, são mulheres!

Contudo, ainda somos minoria no que se refere à “empreendimentos consolidados”, visto que, os homens abocanham 57,3% dessa soma.

Mas, boa parte de nós está à frente de micro e pequenas empresas. Tanto que, segundo o Serasa Experian, mais de 98% dos cadastros, são femininos.

Infelizmente, ainda rola muita discriminação e apenas 0,2% das empreendedoras brasileiras são sócias de grandes empresas e multinacionais.

Mulheres Empreendedoras: 3 Histórias que inspiram

Mas, para te mostrar que vale muito à pena se dedicar a abertura do seu próprio negócio, selecionei 3 histórias inspiradoras. Confira:

#1 – Transformando Paixão em Dinheiro

Quer um exemplo de que a paixão é a quintessência do sucesso de um empreendimento?

Pois, temos o caso da designer Ana Paula Dias, que decidiu ganhar a vida fazendo o que mais adora!

Desde pequena, Ana Paula descobriu seu talento para o artesanato. Aos 27 anos, já era dona de um negócio que incluía uma loja online e um ponto físico, com faturamento superior a R$ 5 mil.

“Eu quero continuar fazendo o que amo, porque isso não é trabalho para mim, é prazer. Eu vou dormir feliz todo dia. Mesmo que eu tenha que dormir tarde, eu sempre estou feliz”, falou Ana Paula ao site “Azulis – Vida de Dono”, em Junho de 2019.

Não há dúvida alguma de que, Ana Paula ainda vai prosperar muito, pois trabalhar feliz e com paixão faz com que coloquemos nossa energia em cada coisa que fazemos.

#2 – Seria a maior vendedora do Brasil?

Maria Luiza Trajano se intitula “vendedora”. Começou a trabalhar no varejo aos 12 anos para ter dinheiro para comprar presentes para as pessoas de quem gostava.

Maria Luiza é uma das principais responsáveis por transformar uma loja fundada por sua família, num dos maiores e mais bem sucedidos complexos varejistas do país.

Você já deve ter percebido que estamos falando do Magazine Luiza, não é?

Nesse sentido, fica claro que Maria Luiza seguiu sua vocação, transformando sua paixão em combustível. E hoje inspira aspirantes a empreendedoras de todo país.

#3 – Iniciativa e talento

Você se lembra de que nós falamos em iniciativa?

Sempre pregamos o planejamento como fator de sucesso de um negócio. Nem sempre, no entanto, numa receita de sucesso, o planejamento vem antes da iniciativa.

Maria José de Lima Freitas, a Mazé, depois de um ano desempregada, decidiu explorar seu talento de doceira para tentar sustentar os dois filhos. Bastou unir talento e iniciativa para construir as bases de um negócio milionário.

Com 25 funcionários, a Mazé Doces tem faturamento anual de R$ 1 milhão. Portanto, o começo de tudo pode ser simplesmente colocar a mão na massa.

Qual a Importância das Mulheres Empreendedoras?

Por fim, qual a importância de termos Mulheres Empreendedoras no mundo?

A saber que, mulheres são visionárias e corajosas, e a partir dessa junção, conseguem inovar em diferentes segmentos. E por isso, são fundamentais no mundo dos negócios!

Além disso, essa crescente atuação, serve para empoderar outras mulheres, garantindo que o mundo fique mais igualitário e com diferentes oportunidades de liderança!

E você, já é uma mulher empreendedora ou sonha ser?

Deixe seu comentário e aproveite para compartilhar essas histórias com as mulheres que te inspiram!